FERRIGNAC
Desenhista, caricaturista e ilustrador.
Inácio da Costa Ferreira, dito (1892: Rio Claro, SP – 1958: São Paulo, SP).

Seus desenhos denotam a influência do Art Déco, provavelmente com origem na sua estadia em Paris, “(...) muito embora no campo das artes visuais, mais circunscrito à caricatura, sua contribuição maior tenha sido o registro de seu tempo através do seu desenho de humor. Manejava com igual facilidade o guache, o nanquim, assim como trabalhava com colagem para compor as suas figuras em estilizações ao gosto dos anos 20, num desenho de caráter hábil e mundano (...)” (Aracy Amaral, Artes Plásticas na Semana de 22).
1916 – Tornou-se bacharel em direito pela Faculdade de São Paulo.
Começou a colaborar na imprensa desde sua juventude, como na revista cultural Panóplia.
1917 e1918-20 – Morou na Europa.
1922 – Participou da Semana de Arte Moderna, São Paulo.
Publicou matérias em periódicos da capital paulistana, como A Vida Moderna, O Pirralho, A Cigarra.
1921 – Realizou Colombina, trabalho que seria incluído na 9ª Bienal de São Paulo (1971), na Sala Comemorativa dos 50 anos da Semana de 22 e que passaria a integrar o acervo do Instituto de Estudos Brasileiros da USP.
1925 – Entrou para a polícia e desapareceu do ambiente artístico.

A título póstumo, participou de algumas coletivas, como:
1971 – Bienal de São Paulo, SP.
1979 – A caricatura no Brasil: o desenho de humor, Museu Lasar Segall, São Paulo.
2008 – O Art Déco brasileiro: coleção Fúlvia e Adolpho Leirner, Pinacoteca do Estado, São Paulo, SP.

Fontes
LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário Critico da Pintura no Brasil. p. 422, Artlivre, 1988.
< http://www.wikipedia.org/wiki/Ferrignac>

 

RMS